Portuguesa obriga marido a beber veneno para fugir com amante

Assistente médica, natural de Santarém, acaba condenada a 13 anos.
Por João Tavares|26.08.18
Figurou na lista dos criminosos procurados pela Interpol até que, em 2014, Telma Garcia foi detida no Brasil. A assistente médica, natural de Santarém, fugiu para aquele país após tentar matar o marido belga, na Suíça. A portuguesa foi agora condenada em terras helvéticas a uma pena de 13 anos de prisão.

Na companhia do amante brasileiro, Telma viajou de Portugal até à Suíça de carro. Ao chegar a casa, forçou o marido a beber um cocktail composto por veneno para ratos e pesticida. A vítima, ameaçada com um arma de fogo, acabou por ingerir o veneno. Com esta ação, Telma Garcia – que cortou ainda um pulso ao marido – pretendia simular um suicídio. A vítima, que chegou a perder os sentidos, acabou por conseguir fugir de casa.

Após o crime, Telma fugiu com o amante para o Brasil. A portuguesa foi detida a 20 de julho, na zona do Rio de Janeiro. Acabou extraditada a pedido das autoridades suíças, ao contrário do amante. A homicida foi agora condenada a 13 anos. Em tribunal não mostrou arrependimento. O juiz diz que agiu movida por "ódio" e de forma "traiçoeira".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!