Presidente da Câmara preso a instrumento de tortura por não cumprir promessas

Javier Delgado foi castigado durante uma hora.
01.03.18

Alguns moradores da cidade boliviana de San Buenaventura amarraram o presidente da Câmara Municipal a um instrumento de tortura, conhecido por berlinda e usado na Idade Média, por este não cumprir as promessas que fez durante a campanha eleitoral.

As imagens da punição estão a circular nas redes sociais. De acordo com o jornal local El Deber, Javier Delgado ficou preso pela perna direita durante uma hora.

Em 2015 e 2016 o político passou por situações semelhantes. Os munícipes acusam-no de ser "mau gestor", mas para Javier o que aconteceu foi "uma total confusão, uma distorção de informações motivada por pessoas com interesses pessoais e políticos" que querem revogar o seu mandato.

Depois de terminado o "castigo", os populares reuniram-se com o presidente para conversar sobre as desavenças. Javier Delgado não falou em responsabilizar criminalmente as pessoas que o prenderam à berlinda, mas diz que sentiu " uma profunda tristeza por a população estar mal informada".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!