Presidente da Juventus suspenso por um ano

Andrea Agnelli acusado de ligação a mafiosos infiltrados nos adeptos do clube, anunciou o organismo federativo.
Por Lusa|25.09.17
  • partilhe
  • 2
  • +
O presidente da Juventus, Andrea Agnelli, foi suspenso por um ano pela Federação Italiana de Futebol, na sequência das acusações de ligação a mafiosos infiltrados nos adeptos do clube, anunciou esta segunda-feira o organismo federativo.

A acusação no órgão de justiça federativo pedia dois anos e meio de suspensão para Agnelli e a punição da Juventus com a realização de dois jogos no seu estádio à porta fechada, mas o hexacampeão italiano apenas sofreu uma sanção pecuniária, no valor de 300.000 euros.

Agnelli, multado também em 20.000 euros, era acusado de oferecer bilhetes para os jogos da Juventus a elementos da 'Ndrangheta, a máfia calabresa, o que já levou o presidente da equipa de Turim, vice-campeã europeia, a comparecer perante a Comissão Antimáfia do Parlamento italiano.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!