PS diz que Passos "decidiu ser piegas" e defende liberdade para criticar

"A liberdade é dos dois lados", afirma João Galamba.
03.09.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O porta-voz do Partido Socialista considerou, em declarações à Lusa, que o discurso de hoje de Pedro Passos Coelho mostra que o líder social-democrata "decidiu ser piegas" e não percebe que há liberdade para falar, mas também para criticar.

"Passos decidiu ser piegas porque não compreende a liberdade; existe para falar e o antigo Presidente da República e Paulo Rangel têm toda a liberdade para falar, mas também há liberdade para criticar, a liberdade é dos dois lados", disse o deputado João Galamba.

Na reação ao discurso do líder social-democrata no encerramento da Universidade de Verão do PSD, Galamba elencou a resposta em mais dois pontos: o discurso sobre cortes no orçamento público e sobre a recusa em negociar consensos sobre o quadro comunitário de apoio entre 2021 e 2027.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!