PS põe pé no travão a críticas às leis laborais

Bancada socialista estava desconfortável com as alterações à lei laboral, mas não vai causar problemas ao acordo de concertação social.
28.06.18
O acordo alcançado na concertação social levantou sobrolhos na bancada do PS. Vários deputados estavam contra aspectos como o alargamento do período experimental para contratos de primeiro emprego e até foi preciso o ministro Vieira da Silva ir explicar o espírito do acordo ao grupo parlamentar. Mas a forma como António Costa foi o primeiro a pôr a assinatura no acordo enviou uma mensagem que não passou ao lado dos deputados socialistas.

É por isso que as propostas de alteração que o PS está a preparar só deverão ser apresentadas durante a discussão na especialidade. E, mesmo aí, nunca pondo em causa "o espírito" do acordo que levou a assinatura das confederações patronais e da UGT, segundo avança a Sábado.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!