PSD e CDS dão a mão a Governo na lei laboral

Proposta deverá ser aprovada com o apoio da direita e o chumbo do PCP e Bloco.
Por Beatriz Ferreira e Salomé Pinto|09.06.18
  • partilhe
  • 5
  • +
O Governo acredita que a proposta de alteração ao Código do Trabalho terá luz verde do Parlamento. Esta sexta-feira, o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, revelou "uma confiança grande de que existirá uma maioria para aprovar [o texto]".

Apesar de as negociações terem acontecido à esquerda, será a direita a dar a mão ao Executivo. O líder do PSD, Rui Rio, já defendeu que a probabilidade de votar favoravelmente "é muito, muito elevada".

O CDS ainda não tomou uma decisão, mas "valoriza muito o acordo que foi firmado em concertação social", explicou ao CM o líder do grupo parlamentar, Nuno Magalhães. Segundo apurou o CM, o partido deverá abster-se ou votar a favor, embora não concorde com todos os pontos, como o fim do banco de horas individual. No dia 12, o CDS reúne-se com a UGT, que deverá apelar a um voto favorável da bancada centrista.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!