PS/Madeira justifica moção de censura com "colapso" no executivo regional

Para o responsável socialista, "este é o momento de construção de um novo ciclo sem o PSD e com uma nova visão de futuro".
02.11.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O líder do PS/Madeira, Carlos Pereira, afirmou hoje que a moção de censura ao Governo Regional em debate no parlamento madeirenses surgiu porque "há um colapso evidente" no executivo insular.

No discurso de abertura do debate desta segunda moção de censura apresentada ao executivo liderado pelo social-democrata Miguel Albuquerque, o deputado regional socialista indicou que as sucessivas renovações na orgânica do Governo Regional e a "geografia delirante que marca as alterações de lugares" são "um sinal muito forte de que há um colapso evidente no caminho do governo".

"Este não é um momento de guerrilha política, mas um ato refletido", disse Carlos Pereira, que regressou à Assembleia Legislativa da Madeira, deixando o seu lugar na Assembleia da República.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!