Qatar denuncia na ONU "cerco ilegal" e tentativa de imposição de "tutela"

Chefe da diplomacia do Qatar denunciou um "cerco ilegal que viola claramente o direito internacional".
Por Lusa|11.09.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O ministro dos Negócios Estrangeiros do Qatar, xeque Mohamed Abderrahmane Al-Thani, denunciou esta segunda-feira na ONU em Genebra o "cerco ilegal" imposto por diversos países, e o desejo de colocarem o pequeno reino do Golfo "sob tutela".

Numa intervenção perante o Conselho de Direitos Humanos da ONU, o chefe da diplomacia do Qatar denunciou um "cerco ilegal que viola claramente o direito internacional".

"Não é um segredo que os verdadeiros motivos do cerco e da rutura diplomática com o Estado do Qatar não se destinam a lutar contra o terrorismo (...) mas são antes uma tentativa de colocar o Qatar sob tutela" e "interferir na sua política externa", declarou.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!