Sub-categorias

Notícia

Quatro praias do Algarve abrem época balnear

As praias algarvias de Burgau, Mareta, Martinhal e Salema, no concelho de Vila do Bispo, que no domingo iniciam a época balnear, têm asseguradas todas as condições de segurança aos banhistas, garantiram as entidades com jurisdição sobre a orla costeira.
30.04.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Quatro praias do Algarve abrem época balnear
Foto d.r.

A Autoridade Marítima, a Administração da Região Hidrográfica (ARH) do Algarve e os concessionários dos apoios de praia disseram à Lusa que o sistema de segurança, vigilância e salvamento "está montado e apto" para  o início da actividade balnear.  

Segundo o capitão dos Portos de Portimão e Lagos, Cruz Martins, as vistorias aos dispositivos de salvamento dos concessionários, "não detectaram quaisquer  impedimentos à abertura da época de banhos".  

No âmbito da preparação da época balnear e para facilitar a contratação de nadadores-salvadores, o Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) promoveu acções de formação em vários pontos do Algarve.  

Nos sete cursos realizados em Albufeira, Aljezur e Portimão, entre Janeiro e Abril, foram formados 135 nadadores-salvadores, e estão agendadas mais duas acções com 52 candidatos.  

“Para incrementar a formação de nadadores-salvadores na Costa Vicentina, região onde tradicionalmente existe maior dificuldade na contratação decidiu-se realizar um curso em Aljezur", observou Cruz Martins.  

Contudo, aquele responsável, observou que "apesar de não terem sido preenchidas todas as vagas, permitiu realizar a formação junto dos formandos, na tentativa de facilitar a sua contratação".  

Para os concessionários, esta formação de proximidade "facilita" a contratação de residentes locais, e reduz os custos dos empregadores com alojamento, quando têm de contratar profissionais de outros pontos do País.  

Marco Shepherd, que desde 1976 mantém a concessão da praia de Burgau, disse à Lusa que a falta de nadadores-salvadores na região, "obrigaram" a recorrer aos serviços de pessoas do centro e norte de Portugal.  

"Em determinadas épocas fui obrigado a procurar dois nadadores-salvadores noutras zonas", observou aquele empresário, que tem optado por manter "nos últimos anos, os mesmos profissionais, residentes na zona".  

Além dos concessionários e da autoridade marítima, também a Administração da Região Hidrográfica do Algarve, entidade com responsabilidade no ordenamento da orla costeira, garantiu que a segurança das praias "está salvaguardada", com sinalização adequada onde poderão ocorrer desmoronamentos das arribas. 

Fonte da ARH do Algarve explicou que, neste momento, a sinalização danificada pelo mau tempo, vandalizada ou desaparecida, está a ser reposta, e que o processo ficará concluído até ao dia 1 de Junho.  

A fonte acrescentou que durante o Inverno registaram-se 18 desmoronamentos de arribas, por causas naturais, número superior à média anual, mas longe do registo do Inverno de 2009/2010, onde se verificaram 40 desmoronamentos. 

Segundo a ARH do Algarve, até ao dia 01 de junho, estão previstos cinco  desmoronamentos controlados de arribas que apresentam risco, nas praias das Belharucas e Manuel Lourenço (Albufeira), Armação de Pêra (Silves), Vale Olival e Senhora da Rocha (Lagoa).  

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias