Quinze candidatos à presidência na mira da Justiça brasileira

Maioria dos nomes está associado a processos judiciais. Corrupção é o principal crime na base das investigações.
Numa situação confrangedora e que torna ainda mais difícil o voto nas presidenciais de outubro, 15 dos 20 candidatos à presidência do Brasil enfrentam processos na justiça. O levantamento foi feito pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’ em tribunais de todo o país.
Ao todo, esses 15 candidatos contam com 160 processos pelos mais variados motivos, principalmente corrupção. Uns são investigados, outros denunciados, arguidos ou condenados e, um deles, o ex-presidente Lula da Silva, está preso.

Lula ocupa o lugar de destaque desde que foi detido no passado dia 7 para cumprir uma pena de 12 anos e um mês a que foi condenado por corrupção. Enfrenta, ainda, seis processos por organização criminosa e branqueamento de capitais.

Em segundo lugar está o deputado de extrema-direita Jair Bolsonaro, que foi condenado por crime racial e enfrenta processos por injúria de género e incentivo à violência.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!