Rio ainda sem medidas admite mais acordos

Partido vai apresentar propostas de fundo para as áreas da Justiça e da Saúde.
Por Mário Freire|22.04.18
Rui Rio reuniu este sábado  pela primeira vez o governo sombra do PSD, num encontro em Coimbra. O Conselho Estratégico Nacional, que tem a missão de elaborar o programa eleitoral do partido, ainda não tem medidas concretas para apresentar. "Estão a ser discutidas e preparadas sem pressas", disse Rui Rio, que não exclui a assinatura de novos "acordos estruturais".
Rio ainda sem medidas admite mais acordos

Líder do PSD há 100 dias, Rio anunciou ontem que vai apresentar reformas nas áreas da Justiça e da Saúde - os setores que mais preocupam o PSD. A Justiça "carece de reforma profunda e global, não de uma coisa pontual". Já a Saúde também "carece de uma reforma" mas "não tão profunda", disse.
Rio mostrou abertura a discutir as propostas do PSD "com qualquer partido para que possam resultar em reformas e acordos a negociar".

"Independentemente de quem ganha eleições e de quem está no poder, o País como um todo precisa do Governo e da oposição, dos partidos todos, para fazer essas reformas estruturais, senão Portugal nunca as fará e atrasa o seu desenvolvimento", declarou.

O PSD quer também dar prioridade às políticas para a natalidade, à desertificação do Interior e à Segurança Social.n


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!