Rui Rio enfrenta verão quente em setembro

Sociais-democratas acusam líder do partido de “marasmo” na oposição ao Governo.
Por Salomé Pinto|23.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O presidente do PSD, Rui Rio, vai ter de enfrentar um verão quente em setembro, na rentrée política do partido. Deputados, conselheiros nacionais e até autarcas do PSD têm atacado a liderança de Rio pelo "marasmo" e pela "falta de ambição em se assumir como uma alternativa ao Governo socialista", apurou o Correio da Manhã junto de vários dirigentes sociais-democratas.

As prometidas reformas para a Saúde e Justiça, que já deveriam ter saído em junho e julho, têm sido continuamente adiadas, embora o vice-presidente do PSD, David Justino, garanta ao CM que em setembro os documentos serão conhecidos.

A defesa de um sistema misto de saúde, entre o público e o privado, será debatido durante o Conselho Nacional de 12 de setembro, nas Caldas da Rainha. Tarde demais para o social-democrata Carlos Carreiras: "Onde anda o PSD, o seu líder e os seus vice-presidentes? Emigraram, já deitaram definitivamente a toalha ao tapete?", questionou num artigo de opinião publicado no jornal ‘i’.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!