Ryanair arrisca-se a pagar 33 milhões aos 120 mil passageiros afetados por greve

Protesto da Ryanair levada a cabo pelos tripulantes de cabine em Espanha em 25 e 26 de julho também foi realizada em Portugal e Bélgica
28.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
A companhia aérea Ryanair arrisca-se a ter de pagar uma compensação de 33 milhões de euros aos 120.000 passageiros afetados pela greve de nove dias dos seus trabalhadores durante o mês de julho, estimou esta terça-feira o portal Airhelp.

A diretora de comunicação global desta plataforma, Paloma Salmerón, explicou, citada pela Efe, que é o momento de compensar os milhares de passageiros "cujos planos de férias foram destruídos pela má gestão da companhia aérea nos últimos meses".

A responsável argumentou que os cancelamentos e atrasos dos voos da companhia aérea 'low-cost' (baixo custo) irlandesa se traduziram este verão "numa das mais caóticas [épocas] da história".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!