Santana Lopes assume que Aliança veio "lutar para ganhar" a Costa

Ex-primeiro-ministro garante que não virou "anti PSD".
Por Lusa|27.08.18

O ex-primeiro-ministro Pedro Santana Lopes assumiu esta segunda-feira que o objetivo eleitoral do Aliança, partido que quer constituir, é "lutar para ganhar" ao líder do PS, António Costa, garantindo que não virou "anti PSD".

Uma semana depois de ter começado a recolha de assinaturas para a constituição do partido Aliança, Pedro Santana Lopes deu uma entrevista à SIC na qual assegurou que na fundação deste partido "não quis fazer nenhuma cisão" no PSD, mas sim que tomou "uma decisão".

"Cá em Portugal, quem está na oposição, tem um temor reverencial com o doutor António Costa e o que se discute hoje em dia só é a que distância é que os outros partidos ficam do doutor António Costa. Eu não vim para isso nem vim para obter um dígito. Eu vim para ganhar, para lutar para ganhar ao doutor António Costa e para a Aliança ganhar ao PS", assumiu.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!