Sub-categorias

Notícia

São José Lapa: Pensar a vida e rir da morte

Acaba de estrear no Teatro Mirita Casimiro, em Cascais, e é o segundo espectáculo do ciclo que a criadora São José Lapa dedica esta temporada ao teatro do absurdo. ‘À Espera do Senhor Samuel B.’ reúne cinco peças curtas de Beckett e, depois de Cascais, vai fazer digressão. Até fora de portas.
31.12.10
  • partilhe
  • 0
  • +
São José Lapa: Pensar a vida e rir da morte
A actriz Inês Lapa Lopes integra o elenco deste espectáculo, interpretado a três vozes femininas Foto Margarida Oliveira

“O meu objectivo é levar o espectáculo à Europa e às Américas, embora não tenha nada agendado para já”, adianta São José Lapa ao Correio da Manhã.

 

Depois de ‘O Sossego’, que construiu a partir de textos de Jaime Salazar Sampaio e apresentou ao ar livre (durante o Verão), na sua quinta das Aguncheiras, este espectáculo reúne textos onde se reflecte sobre a vida e sobre a morte. Os temas preferidos de Samuel Beckett (1906-1989) – como, de resto, de todo o teatro do absurdo, tipicamente universalista.

“Todos nós somos resultado do amor e o nosso fim está pre-definido: vamos morrer. Apeteceu-me que este trabalho reflectisse sobre essas duas premissas da existência humana”, explica a encenadora, que concebeu o espectáculo em estreita colaboração com o criador Alberto Lopes. É o quarto espectáculo que assinam juntos.

“Temos uma visão artística semelhante e, mesmo quando discutimos, encontramos sempre o ponto de entendimento que nos permite criar em conjunto”, explica.

Com interpretações da própria São José Lapa, de Valerie Braddell e Inês Lapa Lopes, ‘À Espera do Senhor Samuel B.’ é para ver em Cascais até 9 de Janeiro. Depois apresenta-se no Cine Teatro João Mota, em Sesimbra, dias 21 e 22.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias