Seis condenados por organizar esquema de cábulas fraudulento

Relógios, auscultadores, t-shirts com recetores e equipamento usado em espionagem foram utilizados.
08.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Um grupo de seis pessoas organizou um esquema de cábulas para o "Gaokao", o maior exame de acesso ao ensino superior chinês.

Pelo menos dois alunos organizaram o esquema, levaram para o exame transmissores e recetores sem fios, a partir dos quais leram as perguntas a colaboradores fora das instalações para que estes lhes dessem a resposta.
 
Este esquema era pago pelos alunos, mas a imprensa chinesa não divulgou o valor para usar este tipo de cábulas. Para casos deste tipo, os culpados costumam ficar proibidos de fazer novamente este exame de grande importância.

Os seis indíviduos foram condenados entre 20 meses a quatro anos de prisão e ao pagamento de mais de cinco mil euros. 

O Governo chinês dá conta de dez milhões de adolescentes que esta semana se submetem ao exame, dos quais só 3,25 milhões vão conseguir entrar na universidade.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!