Sindicato diz que greve dos estivadores provou atrasos no despacho dos navios

Trabalhadores contestam congelamento da tabela salarial e "inúmeras práticas anti-sindicais".
Por Lusa|02.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística (SEAL) disse este sábado que a greve dos trabalhadores do Porto de Lisboa ao trabalho suplementar provocou atrasos no despacho dos navios e transferências para outros portos.

"A greve correu como previsto, os trabalhadores desenvolveram a sua atividade apenas durante o turno, o que, normalmente, não é suficiente para o Porto de Lisboa. Temos algum volume de trabalho suplementar, verificaram-se alguns atrasos no despacho dos navios e alguns foram mesmo desviados para outros portos, como Setúbal e Leixões", disse o presidente do SEAL, António Mariano, em declarações à Lusa.

De acordo com o sindicalista, estava agendada para o dia 24 de maio uma reunião com os trabalhadores e as empresas que pertencem aos grupos Yilport, ETE - Empresas de Tráfego e Estiva, bem como ao TMB - Terminal Multiúsos do Beato, mas tal não se veio a realizar, tendo a mesma sido adiada para a próxima quinta-feira.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!