Sindicato dos Jornalistas contesta despedimentos no grupo Impresa

Em causa uma dezena de fotojornalistas a quem foi anunciado o despedimento.
Por Lusa|22.11.17
Sindicato dos Jornalistas contesta despedimentos no grupo Impresa
Francisco Pinto Balsemão, presidente do grupo Impresa Foto Ricardo Meireles
O Sindicato dos Jornalistas (SJ) opõe-se à intenção da Impresa em despedir cerca de uma dezena de fotojornalistas do grupo, tendo enviado uma carta endereçada a Francisco Pinto Balsemão, divulgou esta quarta-feira a estrutura sindical.

Em comunicado, o SJ refere que manifestou a sua posição "através de carta endereçada a Francisco Pinto Balsemão, presidente do grupo Impresa, e a Francisco Pedro Balsemão, presidente da Comissão Executiva, a intenção de despedimento que foi transmitida a uma dezena de fotojornalistas" da empresa.

"Salientando que o núcleo de fotografia não é uma entidade autónoma e que os seus trabalhadores têm contratos assinados com a Impresa Publishing, o SJ recorda que, nas reuniões que este sindicato manteve com a administração do grupo a que presidem, foi manifesto o compromisso de que evitariam despedimentos e que tudo fariam para que os postos de trabalho envolvidos na transmissão de estabelecimento fossem mantidos", adianta.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!