Sindicatos de professores anunciam ciclo de greves até outubro

"Se o problema não estiver resolvido", alunos vão sair prejudicados.
Por Lusa|07.06.18
Os sindicatos da educação anunciaram esta quinta-feira um calendário de greves que se pode estender até à primeira semana de outubro, para exigir a contagem integral do tempo de serviço congelado aos professores.

Em conferência de imprensa, em Lisboa, o secretário geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, que falava em nome das 10 estruturas sindicais que convocam as greves, adiantou que a greve às avaliações, entre 18 a 29 de junho, poderá estender-se até 15 de julho, se "o problema não estiver resolvido".

Os sindicatos admitem também, se o Governo persistir na posição de não contar todo o tempo de serviço congelado, uma greve ao primeiro dia de aulas do próximo ano letivo, a 14 de setembro, e quatro dias de greve na semana de 05 de outubro, feriado nacional que coincide com a celebração do Dia Mundial do Professor.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!