Supremo Tribunal brasileiro suspende execução de condenação milionária contra Petrobras

Ordem de cancelar o pagamento temporariamente foi dada pelo juiz Dias Toffoli.
27.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Um juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil suspendeu esta sexta-feira uma decisão judicial que obrigava a Petrobras a pagar 15 mil milhões de reais (3,4 mil milhões de euros) aos funcionários em salários atrasados, anunciou fonte judicial.

A ordem de cancelar o pagamento temporariamente foi dada pelo juiz Dias Toffoli, que deferiu uma providência cautelar da petrolífera estatal brasileira sobre a suspensão dos efeitos de uma derrota judicial sofrida pela empresa no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Esta decisão também impede que a Petrobras tenha que desembolsar outros 2 mil milhões de reais (460 milhões de euros) anualmente para cobrir o reajuste laboral que os seus funcionários ganharam na Justiça.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!