Supremo Tribunal quer investigar Temer

Ex-aliado do PR denunciou que este lhe pediu, em 2012, 416 mil euros para financiar campanha de aliado.
Supremo Tribunal quer investigar Temer
Acusações contra Temer remontam a 2012, quando era vice-presidente do Brasil e dirigente do PMDB Foto Reuters
O Supremo Tribunal Federal do Brasil pediu ao procurador-geral Rodrigo Janot para analisar a possibilidade de abrir uma investigação contra o presidente Michel Temer por presumível crime de corrupção. Em causa está uma denúncia feita contra Temer por um ex-aliado, Sérgio Machado.

Em depoimento colaborativo feito em maio, Machado, ex- -presidente da Transpetro, uma subsidiária da Petrobras, afirmou à Polícia que em 2012 Temer lhe pediu que arranjasse 416 mil euros para financiar a campanha de um outro aliado, Gabriel Chalita, candidato do PMDB ao governo da cidade de São Paulo. Machado disse ser claro que Temer lhe pediu que conseguisse esse montante de forma não oficial, e que o dinheiro acabou por ser pago pela construtora Queiroz Galvão, uma das empresas ligadas ao esquema de desvios descoberto na Petrobras.

O juiz Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, encaminhou o caso a Janot na forma de petição, ato que antecede a investigação, para que o PGR opine se há elementos que recomendem a abertura de uma ação judicial.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!