PCP quer esclarecimentos sobre Tancos e só toma posição sobre inquérito perante "proposta concreta"

Esta sexta-feira à noite, Marcelo Rebelo de Sousa voltou a sublinhar a importância de esclarecer o caso.
Por Lusa|14.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O PCP pediu este sábado esclarecimentos sobre todo o caso de Tancos, nomeadamente no âmbito do inquérito do Ministério Público, e só tomará posição sobre uma eventual comissão parlamentar de inquérito perante uma proposta concreta.

"Todas as questões relativas à ocorrência de Tancos devem ser esclarecidas, nomeadamente no âmbito do inquérito do Ministério Público. Quanto à eventualidade de um inquérito parlamentar, o PCP decidirá na base de alguma proposta concreta que seja apresentada", refere uma posição do partido enviada à Lusa, depois de questionado sobre esta matéria.

O material que foi furtado do quartel de Tancos, Santarém, em 2017, ainda não foi todo recuperado, noticiou o semanário Expresso, que refere que ainda existem granadas e explosivos por devolver.

Na sequência desta notícia, divulgada na sexta-feira à noite, PSD e CDS-PP já exigiram este sábado esclarecimentos urgentes ao Governo e não fecharam a porta à realização de uma comissão parlamentar de inquérito.

Numa nota na sua página na rede social Facebook, o líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, classificou esta notícia como "inacreditável", considerando que põe em causa a segurança nacional.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!