Táxis admitem protesto na rua

Tribunal Europeu recusa Uber como plataforma digital.
Por João Saramago|21.12.17
Conhecida a decisão do Tribunal de Justiça da União Europeia de recusar classificar a Uber como uma plataforma digital mas sim como empresa de transportes, as entidades representativas dos profissionais do setor reclamam medidas do Governo.

"Se o ministro da Administração Interna não nos receber no prazo de oito dias, garanto que no princípio do ano vamos ter problemas na rua", disse esta quarta-feira o presidente da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), Florêncio de Almeida.

O objetivo da ANTRAL é "o reforço das forças de segurança na rua no sentido de punir, como a lei determina, os motoristas que circulem ao serviço da Uber", acrescentou.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!