Taxistas aplaudem veto de Marcelo a lei que regula Uber e Cabify

Presidente da República considerou a mesma como desequilibrada.
Por Lusa|29.04.18
  • partilhe
  • 1
  • +
A Federação Portuguesa do Táxi (FPT) e a Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) aplaudiram este domingo o veto do Presidente da República à lei que regularia a atividade das plataformas eletrónicas de passageiros, considerando-a desequilibrada.

"Aplaudimos a posição do Presidente da República. Aliás, faço lembrar que no dia em que o parlamento [...] votou aquela lei, eu disse que tinha sido criado um monstro e que, se fosse promulgada, essa lei levava à falência milhares de empresários e, felizmente, que há pessoas de bom senso e o senhor Presidente da República percebeu isso e fez muito bem em vetar a lei e em mandá-la para o parlamento", afirmou à agência Lusa o presidente da FPT, Carlos Ramos.

Por seu lado, o presidente da ANTRAL, Florêncio Almeida, disse ver "com alguma alegria" a posição de Marcelo Rebelo de Sousa, argumentando que, a ser promulgada, seria "uma lei prejudicial em relação ao setor do táxi".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!