Sub-categorias

Notícia

Taylor’s festeja em grande os seus 325 anos

Vários técnicos apresentaram as suas experiências na produção de vinho do Porto Vintage.
Por Edgardo Pacheco|17.05.17
Taylor’s festeja em grande os seus 325 anos
Quem quiser sentir o famoso cheiro de garrafa num Vintage, sirva-se deste Croft (75 euros) Foto Direitos Reservados
As empresas de vinho do Porto não têm por hábito partilhar em público as suas experiências produtivas, mas na história da regra e da exceção há sempre quem faça a diferença, como é o caso da Fladgate Partnership, que instituiu o conceito de masterclass de vinho do Porto com representantes da comunicação social.

Como se calcula, quando temos a oportunidade de ouvir os responsáveis de marcas como a Taylor’s, a Fonseca, a Croft ou a Wise & Krohn ficamos a conhecer com maior detalhe a arte de fazer vinho do Porto. E isso acaba por repercutir-se na melhoria de conhecimentos dos próprios consumidores.

Este ano a categoria escolhida foi o Vintage, o mais desejado vinho do Porto. Como no metier existe o hábito de se dizer que o Vintage é uma criação da natureza enquanto o Tawny resulta da arte do Homem, António Magalhães, responsável de viticultura de todas as quinta dos grupo, deu-se ao trabalho de analisar os dados climatéricos dos últimos 45 anos, procurando perceber se seria possível encontrar, digamos assim, um nexo de causalidade entre tempo e nascimento do Vintage. Conclusão: não é possível.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

pub