Teoria distinguida com Nobel da Química invalidada por cientistas de Coimbra

Estudo publicado concluiu que teoria sobre transferência de eletrões em reações químicas "está errada".
Por Lusa|26.07.18

A teoria de Marcus, que explica a transferência de eletrões em reações químicas, distinguida com um Prémio Nobel, foi invalidada por uma equipa de cientistas da Faculdade de Ciências de Coimbra, liderada por Luís Arnaut, foi anunciado esta qunta-feira.

"Sem margem para dúvidas, o artigo científico acabado de publicar na conceituada 'Nature Communications', do grupo Nature, prova que a teoria desenvolvida em 1956 por Rudolph Arthur Marcus", que lhe valeu a atribuição do Nobel da Química em 1992, "está errada", afirma a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), numa nota enviada esta quinta-feira à agência Lusa.

Em causa está "a reorganização de moléculas necessária para a transferência de eletrões", afirma a FCTUC, referindo que, para ocorrer este tipo de reações químicas, "a teoria de Marcus prevê que essa reorganização tem de ser principalmente efetuada nos solventes".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!