Testemunhas dizem que muro que matou alunos da UMinho "parecia estável"

Processo tem como arguidos quatro alunos daquela universidade.
Por Lusa|27.04.17
s alunos da Universidade do Minho que assistiram à queda de um muro que em 2014 matou três colegas afirmaram quinta-feira, no Tribunal de Braga, que a estrutura "parecia estável" e "não aparentava qualquer tipo de risco".

O processo tem como arguidos quatro alunos daquela universidade, acusados de homicídio por negligência, por terem ido para cima do muro festejar a vitória numa "guerra de cursos".

O muro caiu e matou três estudantes que estavam em baixo. Segundo o despacho instrutório, a pressão exercida pelos quatro alunos foi a "causa direta" do colapso do muro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!