Tradição dinamarquesa de abater baleias gera revolta

Centenas de animais encurralados são abatidos todos os anos nas Ilhas Faroé, na Dinamarca.
17.08.18

Centenas de baleias encurraladas são abatidas todos os anos nas Ilhas Faroé, na Dinamarca. As imagens da tradição dinamarquesa, na baía de Sandavágur, estão a chocar o mundo nas redes sociais.

Numa baía remota da ilha, os aldeões, inclusive crianças, preparam alimento com uma chacina de baleias que transforma o mar num manto de sangue. A tradição acontece como um ato cultural para armazenar carne e gordura suficiente para os meses de inverno.

De acordo com o jornal Metro, mais de 180 baleias foram mortas no período de apenas 30 minutos, na baía de Sandavágur, este ano. O relato chocante de um estudante britânico que presenciou o momento confirma que muitos dos animais não têm morte imediata e ficam a contorcer-se nas rochas até à morte.

A tradição cultural é duramente criticada pelos defensores dos animais que consideram este um ritual cruel e desnecessário.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!