Adiado início do julgamento de três funcionários das finanças acusados de corrupção

Acusados de passarem informações confidenciais a outros oito arguidos, a troco de perto de 1,4 milhões de euros.
Por Lusa|23.05.18
  • partilhe
  • 1
  • +

O início do julgamento de três funcionários de uma repartição de finanças de Lisboa, acusados de passarem informações confidenciais a outros oito arguidos, a troco de 1,4 milhões de euros, foi esta quarta-feira adiado para 30 de maio.

A primeira sessão do julgamento para produção de prova estava agendada para esta manhã no Tribunal Central Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, mas o advogado de um dos 11 arguidos pediu escusa do processo à Ordem dos Advogados, estando ainda a correr prazo para que este organismo decida.

Esta quarta-feira, o coletivo de juízes apenas identificou os arguidos e questionou quais pretendiam falar sobre os factos de que estão acusados: cinco manifestaram intenção de prestar declarações em sede de julgamento, o que está previsto começar a acontecer a partir da sessão marcada para as 09h15 de 30 de maio.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!