Sub-categorias

Notícia

Três mulheres à prova no curso de Fuzileiros

Candidaturas abertas até dia 22 deste mês para 230 lugares para praças e 12 para oficiais.
Por Sérgio A. Vitorino|11.09.17

A Marinha está a incentivar as mulheres a concorrerem ao próximo curso de Fuzileiros e já tem três candidatas: duas praças e uma oficial. As candidaturas terminam no dia 22 e estão abertas 230 vagas para praças e 12 para oficiais. Nunca na história dos Fuzileiros uma mulher passou a fase de candidatura e começou o curso.

"A primeira mulher ingressou na Marinha em 1992 e, desde então, dispomos de mulheres nos quadros que todos os dias dão grandes testemunhos de competência, profissionalismo, saber, coragem e espírito de sacrifício", afirma ao CM o almirante António Silva Ribeiro, Chefe do Estado-Maior da Armada. De acordo com o almirante, "a Marinha aposta na igualdade de género e de oportunidades igualitárias, porque acredita que a Defesa Nacional é responsabilidade de todos".

Dessa forma, "a abertura às mulheres dos Cursos de Formação de Oficiais e de Praças na classe de Fuzileiro contribui, não só para a igualdade de género, como também para que a valorização positiva das diferenças de género constitua um fator de otimização da Marinha e das suas Forças Especiais".

Os candidatos e as candidatas a praças fuzileiros devem ter no máximo 24 anos e o 9.º ano. Os oficiais podem ter 27 anos se forem licenciados. As provas de admissão incluem 2400 metros de corrida, elevações em trave, abdominais, salto para rede de abordagem, descida em slide e natação (25 metros sem parar e recuperar uma manilha a 2 metros de profundidade).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!