Tribunal de Myanmar adia veredito dos dois jornalistas da agência Reuters

Jornalistas foram detidos em dezembro por terem obtido "documentos secretos importantes" de dois polícias.
Por Lusa|27.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

Um tribunal de Myanmar adiou esta segunda-feira o veredito no caso dos dois jornalistas da agência Reuters acusados de obterem ilegalmente documentos oficiais do Governo, na sequência de uma investigação que realizavam sobre "limpeza étnica" da minoria rohingya.

O veredito, que devia ser conhecido esta segunda-feira, foi adiado para o próximo dia 3 de setembro, por motivo de doença do juiz Ye Win, informou a agência Associated Press.

Wa Lone, de 31 anos, e Kyaw Soe Oo, de 27, foram detidos em dezembro por alegadamente terem obtido "documentos secretos importantes" de dois polícias.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!