Tribunal rejeita recurso de José Eduardo Moniz

Vice-presidente do Benfica foi condenado a 45 dias de suspensão e a uma multa no valor de 2.870 euros.
17.08.18
O Tribunal Arbitral do Desporto rejeitou o recurso apresentado por José Eduardo Moniz, mantendo o castigo aplicado pelo Conselho de Disciplina da FPF que em maio deste ano condenou o vice-presidente do Benfica a 45 dias de suspensão e a uma multa no valor de 2.870 euros.

Em causa estavam declarações de Moniz sobre a arbitragem de João Capela no Tondela-Sporting e os minutos de tempo de compensação que deu, bem como as decisões de Luís Ferreira no Estoril-FC Porto. O dirigente encarnado afirmou que "nem no tempo do Apito Dourado existe memória de uma semana tão negativa e com decisões tão escandalosas com reflexos diretos nos resultados como esta semana", o que o Tribunal considerou ter uma "carga ofensiva inequívoca".

Assim, e por unanimidade, além de julgar improcedente o recurso, o Tribunal condenou Moniz a pagar as custas num total superior a seis mil euros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!