Trump cede e baixa bandeira para McCain

Presidente dos EUA recusou durante dois dias prestar homenagem pública ao senador falecido.
Por Francisco J. Gonçalves|29.08.18
O presidente dos EUA, Donald Trump, prestou na noite de segunda-feira uma homenagem contrafeita ao falecido senador republicano John McCain. Após críticas duras do Congresso por ignorar o prestigiado senador, Trump recuou e ordenou que a bandeira dos EUA fosse recolocada a meia haste na Casa Branca e noutros edifícios públicos de Washington, onde tinha permanecido baixa durante somente um dia e meio.

McCain faleceu no sábado, vítima de cancro, mas só dois dias depois Trump fez uma declaração pública e voltou atrás na questão da bandeira, que regressara ao topo dos mastros ainda na segunda-feira. "Apesar dos nossos desacordos, respeito os serviços prestados pelo senador John McCain ao nosso país", afirmou Trump, acrescentando: "Assinei, em sua honra, uma proclamação para manter a bandeira a meia haste até ao seu funeral".

Antes desta homenagem, Trump, que há muito tinha uma relação tensa com McCain, limitara-se a enviar um tweet de condolências à família, no qual não reconhecia os anos de serviço do senador nem aludia ao que sofreu como militar detido e torturado durante a guerra do Vietname.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!