Trump estava a par de reunião com russos

Advogado diz que republicano sabia de encontro do filho com enviada russa que dizia ter informações prejudiciais sobre Hillary Clinton.
Por Ricardo Ramos|28.07.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O antigo advogado e braço-direito de Donald Trump, Michael Cohen, garante que o presidente sabia do encontro entre o filho Donald Jr. e outros responsáveis da campanha com uma emissária russa que dizia ter informações prejudiciais sobre Hillary Clinton. O testemunho de Cohen é explosivo para o presidente, uma vez que a referida reunião é a peça central da investigação ao alegado conluio entre a campanha de Trump e Moscovo.

Segundo a CNN, Cohen garante que estava presente quando Donald Jr. informou o pai sobre o encontro, e está disposto a dizer isso mesmo ao procurador Robert Mueller, que investiga a ingerência russa.

No referido encontro, que decorreu em junho de 2016 na Torre Trump, em Nova Iorque, estiveram presentes, além do filho de Trump, o seu genro Jared Kushner, o diretor de campanha Paul Manafort e a advogada russa próxima do Kremlin Natalia Veselnitskaya. Trump sempre disse que não sabia do encontro, e ontem voltou à carga: "Parece-me que alguém anda a inventar histórias para se livrar de complicações legais".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!