Erdogan reeleito presidente da Turquia entre protestos da oposição

"Espero que ninguém tente denegrir estas eleições com difamações e mentiras", disse o presidente turco no discurso de vitória.
24.06.18

Recep Tayyip Erdogan foi reeleito este domingo à noite presidente da Turquia, depois de vencer as eleições presidenciais com mais de 52% a seu favor, uma vez que já foram contados 98% dos votos.

Antes do resultado das eleições, Erdogan declarou-se vencedor das eleições presidenciais, deste domingo, na Turquia, e deixou um claro recado à oposição. O chefe de estado turco não parece disposto a admitir as acusações de fraude lançadas pela oposição, que já disse que os dados lançados pela comunicação social estatal não coincidem com a comissão eleitoral.

Erdogan discursou depois de a televisão estatal turca o declarar como vencedor das presidenciais - as eleições parlamentares ainda estão em aberto e a maioria está em perigo. "A nação é o partido vencedor destas eleições", disse Erdogan, atirando: "Espero que ninguém tente denegrir estas eleições com difamações e mentiras".

"A nossa nação não escolheu um presidente e só 600 deputados. Estas eleições puseram em funcionamento uma nova legislação e uma nova constituição. Trabalhámos para isto durante muito tempo", disse o chefe de estado, prometendo que "o novo sistema vai ser colocado em funcionamento o mais cedo possível". Com as alterações, o novo presidente passa a ser responsável pela nomeação de 12 dos 15 juízes do Tribunal Constitucional. Também passará a poder escolher 6 dos 13 elementos do alto-conselho dos juízes e procuradores.

"Vamos fortalecer o nosso sistema judicial para o tornar mais independente e forte. Para podermos fortalecer a nossa independência e democracia e para continuam a defender os direitos básicos do povo", garantiu o controverso político. "A Turquia está livre de todas as forças de terroristas e golpistas", concluiu.

Apesar desta declaração de Erdogan, a plataforma Adil Seçim, criada por cidadãos independentes para monitorizar as eleições, diz que só foram contabilizados 65% dos fotos. A agência estatal Anadolu diz que já foram escrutinados 94%.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!