Ministério da Cultura promete regras para calar protestos

Estruturas e artistas vão receber mais dois milhões de euros de subsídios.
Por Ana Maria Ribeiro|03.04.18
Com os artistas em pé de guerra, a Direção-Geral das Artes (DGArtes) garantiu um reforço do financiamento do Programa de Apoio Sustentado no valor de 500 mil euros, que acresce aos 1,5 milhões de euros que o primeiro-ministro já tinha prometido no dia 20 de março.

Sobe assim para 72,5 milhões de euros o montante disponível para apoio às artes até 2021 – um aumento que surge na sequência dos protestos protagonizados pelos artistas ao serem conhecidos os resultados provisórios dos concursos plurianuais para as áreas do teatro, artes visuais e cruzamentos disciplinares.

Nestas áreas, 73 candidaturas ficaram sem resposta, incluindo históricos do teatro como o TEC – Teatro Experimental de Cascais, de Carlos Avilez; o Centro Dramático de Évora; o TEP – Teatro Experimental do Porto; a Seiva Trupe, também do Porto; e A Escola da Noite, de Coimbra.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!