Ex-seguranças do Urban Beach requereram abertura de instrução sobre caso de agressão

Incidente aconteceu na discoteca, em novembro de 2017.
Por Lusa|01.08.18
  • partilhe
  • 0
  • +

Os três ex-funcionários da empresa que prestava serviço de segurança na discoteca 'Urban Beach', em Lisboa, acusados de tentativa de homicídio de dois homens, agredidos com violência, em novembro de 2017, requereram a abertura de instrução.

A instrução - fase facultativa na qual um juiz vai decidir se leva os arguidos a julgamento - foi requerida por todos os arguidos e vai ter início pelas 10h00 de 17 de setembro no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, com o interrogatório a dois dos arguidos e a inquirição de testemunhas, segundo o despacho da juíza de instrução criminal (JIC), a que a agência Lusa teve esta quarta-feira acesso.

Num dos requerimentos de abertura de instrução (RAI), um dos ex-seguranças pede que seja dada como "nula" ou "inexistente a prova consubstanciada no vídeo (e respetivos fotogramas)" junto aos autos, "fruto da gravação ilícita com telemóvel", que mostra as agressões alegadamente cometidas pelos três seguranças, no exterior do estabelecimento de diversão noturna.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!