Utente com Alzheimer foge e morre no campo

Escapa várias vezes da Unidade de Cuidados Continuados e foi encontrado já sem vida por um pastor.
Por Ana Silva Monteiro|03.04.18
António Alves, de 63 anos e doente com Alzheimer, já tinha conseguido escapar algumas vezes da Unidade de Cuidados Continuados de Melgaço, onde estava internado desde 16 de fevereiro. No Domingo de Páscoa voltou a fugir. Foi encontrado morto, ontem ao final da manhã, num terreno próximo do rio Minho, em Louridal.

O Instituto São João de Deus, gestor da unidade de saúde, indica, em comunicado, que "irá abrir um processo interno para averiguação de responsabilidades neste caso".

"Foi um pastor que encontrou o homem quando andava com o rebanho de ovelhas e, como não tinha telemóvel, pediu-me ajuda para alertar as autoridades", disse ao CM Ana, dona de um café em Melgaço.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!