Sub-categorias

Notícia

Adeus Fernanda Borsatti

Atriz tinha 86 anos e morreu vítima de doença prolongada.
Por Ana Maria Ribeiro|15.09.17
Trabalhar com a Fernanda Borsatti foi um dos presentes que a vida me deu", diz o escritor e encenador Tiago Torres da Silva, que dirigiu a atriz em 2002, no palco do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, na peça ‘Não Digas Nada’.

O espetáculo contava a história de uma avó recatada que, no passado, tinha sido atriz pornográfica. "Muitas atrizes recusaram o papel, mas a Borsatti disse logo que fazia. Era uma mulher destemida, de enorme inteligência e cultura, cheia de vontade de arriscar", diz ainda Tiago Torres da Silva, consternado com o anúncio, ontem, da morte da atriz, aos 86 anos, vítima de doença prolongada.

Nascida em Évora a 1 de setembro de 1931, Borsatti estreou-se no Teatro do Salitre, ainda com 16 anos, e ao longo de uma carreira cheia fez de tudo. Teatro, televisão, cinema, interpretou papéis cómicos e dramáticos, fez revista à portuguesa e colaborou com mais de dez companhias, entre as quais a do empresário Vasco Morgado.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De tomar15.09.17
    Fernanda Borsatti foi o 1º. rosto de folhetins televisivos no inicio dos anos 60, chamava-se SARA e era este o seu nome na trama. Mais tarde, a 5 de Outubro de 67, Fernanda e Nicolau foram os rostos de A MADRE ALEGRIA, uma artista completa. Paz à sua alma.
1 Comentário
  • De tomar15.09.17
    Fernanda Borsatti foi o 1º. rosto de folhetins televisivos no inicio dos anos 60, chamava-se SARA e era este o seu nome na trama. Mais tarde, a 5 de Outubro de 67, Fernanda e Nicolau foram os rostos de A MADRE ALEGRIA, uma artista completa. Paz à sua alma.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

pub