Sub-categorias

Notícia

Empresário da Covilhã reivindica em tribunal Torá com 400 anos

Autarquia considera que documento judaico deve ser mantido no domínio público.
16.05.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Empresário da Covilhã reivindica em tribunal Torá com 400 anos
A torá é o mais importante texto do judaísmo (foto de arquivo) Foto iStockphoto
O empresário da Covilhã que diz ter adquirido uma Torá com 400 anos, cuja descoberta foi revelada em setembro de 2016, intentou uma ação em tribunal para que a autarquia lhe entregue o documento, disse o próprio à agência Lusa.

Uma ação da qual o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, confirmou ter conhecimento, explicando contudo que a autarquia considera que este documento judaico deve ser mantido no domínio público, dada a sua relevância cultural.

A 15 de setembro de 2016, o município covilhanense informou que tinha sido descoberta naquela cidade do distrito de Castelo Branco uma Torá com mais de 400 anos, em muito bom estado de conservação e que passou nessa altura a estar à guarda da autarquia para fins de estudo e avaliação da importância histórica.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

pub