Sub-categorias

Notícia

Falta de certificação de aeródromo da Maia ameaça Red Bull Air Race no Porto

ANAC diz que em causa está capacidade prestadora de serviços de tráfego aéreo.
Por Lusa|11.08.17
  • partilhe
  • 0
  • +

A Red Bull Air Race 2017, agendada para 2 e 3 de setembro, pode não realizar-se dado a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) não reconhecer ao Aeródromo Municipal da Maia capacidade prestadora de serviços de tráfego aéreo.

A revelação foi feita à agência Lusa pelo diretor do aeródromo, Pedro Barros Prata, depois de no início da semana a ANAC ter informado por carta da decisão de não validar "a repetição da prestação de serviços verificada nas anteriores edições", nas quais o aeródromo funcionou como base operacional da prova.

Na carta a que a Lusa teve acesso, a ANAC lembrou o "regulamento europeu 1070/2009, de 21 de outubro, de prestação de serviços de navegação aérea no céu único europeu" que define dever este "ser este objeto de certificação".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

pub