Interpol irrepreensíveis e hipnotizantes

Aos primeiros acordes da guitarra de Daniel Kessler, o público saudou quarta-feira os nova-iorquinos, e ‘Pioneer to the Falls’ irrompeu por um Coliseu dos Recreios lotadíssimo.
09.11.07
  • partilhe
  • 0
  • +
Interpol irrepreensíveis e hipnotizantes
Daniel Kessler Foto João Cortesão
Depois dos conterrâneos Blonde Readhead, a banda liderada por Paul Banks encetou hora e meia de um espectáculo irrepreensível e hipnotizante. Até se pode dizer que os Interpol não extravasam para além da sonoridade ‘certinha-direitinha’ dos seus álbuns, mas é impossível não nos deixarmos enredar pela densidade dos temas que encheram a sala (com boa acústica) do Coliseu. E se há quem diga que, à semelhança do SuperBock SuperRock, lhes falta adrenalina para ‘rasgar’ mais ao vivo, para outros bastou mesmo a geometria perfeita, sem deslizes, de temas como ‘Evil’, ‘The Heinrich Maneuver’ e o exemplar ‘PDA’ que fechou o concerto.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!