Sub-categorias

Notícia

Luís Miguel Cintra encena em Setúbala segunda estação de "Um D. João Português"

Encenador regressa aos espetáculos após o fim da Cornucópia.
Por Lusa|15.07.17
  • partilhe
  • 0
  • +

A peça "Um D. João Português", a forma que Luís Miguel Cintra encontrou para continuar a fazer teatro após o fecho da Cornucópia, é representada este sábado em Setúbal, no que o encenador designa por "segunda estação" do projeto.

"Um D. João português - O mar (e de rosas)", segunda etapa/estação desta via do encenador, será representada num contentor à beira Sado, no cais 3, do porto de Setúbal, a partir das 21h30, repetindo no domingo, à mesma hora.

A segunda estação da peça ocorre dois meses após a apresentação, no Montijo, da primeira parte do projeto, "Um D. João Português - Na estrada da vida".

"De certa maneira é boa esta sensação de recomeço. Por outro lado, pede força de vontade ter de aceitar o dado de que as condições de trabalho mudaram para uma situação de mercado que não foi aquela em que ganhámos experiência (e muito menos quisemos)", escreve o encenador, numa alusão ao fim abrupto da Cornucópia, em dezembro de 2016, o seu "sonho" de mais de 40 anos, numa nota introdutória sobre a nova encenação.

Apesar dos anos que leva de prática teatral, Luís Miguel Cintra mantém, tal como a equipa que o acompanha, nesta produção semelhante a uma Via Sacra, com as suas "estações", "o gosto em inventar maneiras próprias de continuar a fazer sentido", num trabalho que só lhes interessa se não desistirem "da sua natureza de invenção artística", acrescenta na mesma nota.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

pub