Sub-categorias

Notícia

Temas para os selos portugueses de 2018

CTT recebem sugestões de temas a incluir no plano de emissões filatélicas do próximo ano.
Por J. Pires Santos|20.03.17
  • partilhe
  • 3
  • +
Temas para os selos portugueses de 2018

Os Correios de Portugal recebem sugestões de temas a incluir no plano de emissões filatélicas do próximo ano.

Como é de tradição, os CTT – Correios de Portugal estão a receber sugestões para temas a incluir no plano de emissões filatélicas do ano que vem. Espera-se que as imagens prestigiem o País e a filatelia portuguesa – o que dificilmente se poderá dizer que aconteceu com duas das primeiras emissões de 2017. Refiro-me à emissão do ‘Secretário-Geral da ONU’ e ‘Lisboa – Capital Ibero-americana da Cultura’.

A emissão comemorativa da eleição de António Guterres, composta por um selo de 0,80 euros e um bloco de 2 euros, deveria ter sido lançada para coincidir com a tomada de posse do responsável como Secretário-Geral da ONU, a 1 de janeiro. Infelizmente, a emissão teve data prevista para 4 e acabou por ser vendida a meio do mês. A imagem do selo também não foi a mais feliz.

Quanto à emissão dedicada a ‘Lisboa – Capital Ibero-Americana da Cultura’, composta por quatro selos e um bloco, teve selos dedicados ao Peru, Brasil, México e a Portugal. O selo dedicado ao nosso país apresenta uma estátua frente ao Parlamento da Argentina e três emigrantes portugueses. Na pagela da emissão, escrevem os CTT que os emigrantes estão "no Terreiro do Paço, em Lisboa, à espera de embarcar".

Também no bloco da emissão que reproduz o Terreiro do Paço, em Lisboa, há um erro: na pagela vem indicado como sendo a Praça do Município. O carimbo usado no dia do lançamento da emissão (a 7 de janeiro) voltou depois a ser utilizado a 4 de março, com o mesmo motivo. Só muda a data.

Como refere o Estatuto do Selo Postal, "pela sua vastíssima disseminação, o selo, constitui um elemento precioso de cultura popular, ao mesmo tempo que, no estrangeiro, se comporta como um embaixador da arte portuguesa e ajuda a formar a imagem pública internacional do nosso país".

Os interessados em enviar sugestões de temas para incluir no cabaz de emissões filatélicas de 2018 poderão fazê-lo através da Direção de Filatelia dos CTT, Av. D. João II, 13 – 1º, 1999 001 Lisboa, ou através do e-mail: filatelia.design@ ctt.pt, até ao próximo dia 31 de março.

Pela nossa parte, deixamos aqui algumas sugestões para possíveis emissões filatélicas para o próximo ano:

- Em 1768, há 250 anos, foi criada a Real Mesa Censória e, no mesmo ano, fundada em Lisboa a Imprensa Régia;

- Há 150 anos, em 1868, começou a publicar-se o ‘Primeiro de Janeiro’ no Porto;

- Em 1918, há 100 anos, terminou a 1ª Guerra Mundial, morreu o pintor Amadeu de Souza Cardoso (2 de maio) e nasceu Vitorino de Magalhães Godinho (29 de maio). A 14 de dezembro de 1918 foi assassinado, na Estação do Rossio, o Presidente da República, Sidónio Pais.

Na foto, reproduzimos uma carta registada com o bloco comemorativo do centenário das Aparições de Fátima e obliterada com o carimbo de primeiro dia de emissão de Fátima. A emissão foi lançada a 13 de março.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

pub