Sub-categorias

Notícia

São Luiz é pioneiro no bilhete solidário

Qualquer pessoa pode oferecer um ingresso de teatro a um espectador mais carenciado.
Por Ana Maria Ribeiro|17.10.16
São Luiz é pioneiro no bilhete solidário
Público vai poder comprar bilhete a sete euros, deixando-o na bilheteira para que alguém carenciado possa dele usufruir Foto Pedro Catarino
Aida Tavares descobriu o bilhete suspenso em Istambul e não descansou enquanto não importou a ideia para o Teatro Municipal S. Luiz, que dirige, em Lisboa.

A iniciativa – já testada mas só agora divulgada publicamente – permite que qualquer pessoa se desloque à bilheteira, compre um bilhete para o teatro (no valor de 7 euros) e o deixe ‘suspenso’ para um espectador carenciado. Na verdade, está a pagar apenas metade do valor normal de um ingresso. A outra metade será suportada pelo teatro.

A ideia solidária, que nasceu em Nápoles durante a Segunda Guerra Mundial para permitir aos mais necessitados beberem um café sem pagar, continua a praticar-se e chegou a França em 2013, estendendo-se à baguete (pão francês tradicional).

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

Cultura

"O Zé merece que continuemos"

"O Zé merece que continuemos"

Grupo prepara novas canções. Primeiro novo tema chega na primavera. Sete músicas ainda foram gravadas por Zé Pedro, falecido em Novembro.

pub