Sub-categorias

Notícia

São Luiz é pioneiro no bilhete solidário

Qualquer pessoa pode oferecer um ingresso de teatro a um espectador mais carenciado.
Por Ana Maria Ribeiro|17.10.16
São Luiz é pioneiro no bilhete solidário
Público vai poder comprar bilhete a sete euros, deixando-o na bilheteira para que alguém carenciado possa dele usufruir Foto Pedro Catarino
Aida Tavares descobriu o bilhete suspenso em Istambul e não descansou enquanto não importou a ideia para o Teatro Municipal S. Luiz, que dirige, em Lisboa.

A iniciativa – já testada mas só agora divulgada publicamente – permite que qualquer pessoa se desloque à bilheteira, compre um bilhete para o teatro (no valor de 7 euros) e o deixe ‘suspenso’ para um espectador carenciado. Na verdade, está a pagar apenas metade do valor normal de um ingresso. A outra metade será suportada pelo teatro.

A ideia solidária, que nasceu em Nápoles durante a Segunda Guerra Mundial para permitir aos mais necessitados beberem um café sem pagar, continua a praticar-se e chegou a França em 2013, estendendo-se à baguete (pão francês tradicional).

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Cultura

pub