Uma revista que bate à esquerda e à direita

‘ParqueMania’ ataca políticos de todos os quadrantes.
Por Ana Maria Ribeiro|09.09.18
O pano abre, a música arranca e o público aplaude. Flávio Gil – autor, encenador e ator do espetáculo – faz um número de mímica e logo a seguir vem a abertura clássica da Revista à Portuguesa, com a apresentação do elenco e o desfile do corpo de baile.

É assim que começa ‘ParqueMania’, o novo espetáculo do Teatro Maria Vitória, já em cena no Parque Mayer, em Lisboa. O empresário Hélder Freire Costa diz que "esta revista é muito boa" e está orgulhoso com um trabalho que mistura "o moderno e o antigo".

Uma revista que bate à esquerda e à direita
"É, novamente, uma criação de três jovens autores – o Flávio Gil, o Miguel Dias e o Renato Pino –, que trazem muito talento para o Parque Mayer e que fizeram um trabalho notável, todo ele muito fluído. A Elsa Casanova está a estrear-se: é a nossa atração de fado."

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!