Violinista recupera violino esquecido em comboio

O violinista Alexander Dubach, mundialmente reconhecido pelas suas interpretações das obras de Paganini, recuperou o violino Stradivarius, que houvera perdido num comboio suíço na passada sexta-feira, segundo divulgou o jornal espanhol 'El Mundo'.
03.08.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Violinista recupera violino esquecido em comboio
O violino Stradivarius foi excepcionalmente fabricado pelo maestro de Crémona no século XVII Foto Brendan McDermid / Reuters

No sábado passado, a polícia suíça lançava um aviso de busca que pedia ajuda para averiguar o paradeiro de um "valioso violino esquecido num comboio" na sexta-feira. Juntamente com o aviso, seguia uma imagem extraída de um vídeo de segurança, onde se podia ver um jovem com um estojo de violino.

O jornal suíço ‘Berner Zeitung' localizou o jovem que encontrou o violino e devolveu-o, no domingo, no Perdidos e Achados da estação de Berna. Além disso, informou que o violinista era residente na localidade de Thoune, perto da capital suíça, acrescentando que não se tratava do dono do violino e que o levava emprestado para um concerto.

O estojo esquecido naquele vagão trazia, no seu interior, um Stradivarius, um dos violinos excepcionalmente fabricados pelo maestro de Crémona no século XVII com um valor que supera os vários milhões de euros.

Alexander Dubach apercebeu-se imediatamente que houvera esquecido do violino e informou a polícia logo na sexta-feira.

Pascal Tretola, o homem que se apercebeu do objecto no vagão, disse que agarrou no estojo do violino, "antes que acontecesse alguma coisa", explicando que teve o pressentimento de que se tratava de um objecto valioso.

Pascal Tretola contou que foi entregar o estojo aos objectos perdidos no domingo, porque tinha estado a trabalhar no sábado. Só então é que percebeu que tinha guardado um violino Stradivarius. "Fiquei perplexo", disse.

O violinista Alexander Dubach confessou que nunca teve tanto medo em toda a sua vida. "Jamais poderia compensar o dano causado", referiu. Além disso, assegurou que não voltará a comprometer-se a viajar com um violino: "Levarei para o concerto e devolverei logo a seguir."

O dono do Stradivarius emprestado a Dubach quis permanecer em anonimato, mas assegurou que sempre acreditou que o violino seria encontrado e informou que, juntamente com Alexander Dubach, irá recompensar Pascal Tretola.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!