Sub-categorias

Notícia

Marcelo e Costa celebram vitória lusa no Europeu de Futsal

Presidente e Primeiro Ministro saúdam equipa que ganhou título na final contra a Espanha.
Por Lusa|10.02.18
O Presidente da República felicitou este sábado a seleção portuguesa de futsal pela conquista do título de campeão europeu, enaltecendo a "prestação ímpar" da equipa que "enche de orgulho" todos os portugueses.

"Mais uma vez os portugueses demonstraram que quando são bons são os melhores. A prestação ímpar dos nossos compatriotas provou as qualidades e o mérito destes atletas que conquistaram pela primeira vez o Campeonato da Europa de Futsal, feito que enche de alegria e orgulho o Presidente da República e todos os portugueses", lê-se numa nota divulgada no 'site' da Presidência da República.

Na nota é ainda referido que o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, receberá em Belém "os mais recentes Campeões da Europa após o regresso a Lisboa".

A chegada da seleção portuguesa de futsal ao aeroporto de Lisboa está previsto para as 13h30 de domingo.


Costa diz que título é merecido

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou este sábado a equipa portuguesa pela conquista do título de campeão europeu de futsal, sublinhando que é um triunfo merecido.

"Portugal é Campeão Europeu de Futsal! Parabéns", escreveu António Costa no Twitter.




No 'tweet', publicado minutos depois do final do jogo contra a Espanha, que decorreu em Ljubljana, António Costa acrescentou ainda: "Merecem este título. Viva Portugal!".

Portugal conquistou esta noite pela primeira vez o título de campeão europeu de futsal ao vencer a Espanha por 3-2, após prolongamento na final do Europeu, com um golo de Bruno Coelho, de livre direto.

Ricardinho, logo no primeiro minuto, deu vantagem à equipa das 'quinas', reforçando o estatuto de melhor marcador em fases finais, com o seu 22.º golo, Tolrá, aos 19 minutos, e Lin, aos 32, assinaram os tentos da seleção espanhola, mas Bruno Coelho, aos 39, empatou.

No prolongamento, Bruno Coelho 'bisou', na conversão de um livre direto, no último minuto, assegurando o primeiro título de Portugal, que tinha como melhor desempenho na prova o segundo lugar, em 2010, quando perdeu o jogo decisivo frente à Espanha, por 4-2, na Hungria.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub