Sub-categorias

Notícia

Chama acesa no dérbi do Minho

Rivalidade ao rubro num jogo de paixões. Treinadores pedem foco máximo aos jogadores.
Por João Pedro Óca|17.09.17
Mesmo com o final do verão a aproximar-se, a temperatura vai aquecer (e muito) hoje, em Braga, na receção dos arsenalistas ao rival V. Guimarães. O dérbi minhoto surge três dias depois dos jogos de ambas as equipas para a Liga Europa e numa altura em que as relações entre os rivais estão cada vez mais crispadas.

As guerras de bastidores foram uma constante nas últimas semanas, mas, na antevisão do duelo, os treinadores esqueceram a recente troca de acusações entre os dirigentes e anteviram uma autêntica batalha em campo, num jogo à parte de todos os outros e que desperta uma paixão sem igual entre os adeptos.

"É um jogo diferente, até pelo mediatismo, mas o segredo é alhearmo-nos do que não podemos controlar, como a pressão e a rivalidade. Espero um grande espetáculo", disse Abel, treinador do Sp. Braga, que chega ao duelo moralizado com a vitória na Liga Europa, diante do Hoffenheim (2-1). "Não rodo porque sou boa pessoa ou simpático. Tem tudo a ver com os rendimentos dos jogadores", disse sobre as frequentes alterações no onze de jogo para jogo. De resto, a rotatividade vai voltar a verificar-se hoje.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub