Sub-categorias

Notícia

Portugal com passaporte para o sonho

Autogolo de Djourou abriu o caminho aos campeões europeus. André Silva fez o 2º após 14 passes. Até Madonna aplaudiu.
Por Sérgio Pereira Cardoso|11.10.17
Com sorte, arte e justiça. Portugal derrotou a Suíça e carimbou no Estádio da Luz o apuramento, completando assim 18 anos de presenças consecutivas nas maiores provas de seleções e a sétima num Mundial. Um autogolo e uma obra de arte em forma de futebol deram cor ao resultado. Fernando Santos prometeu e cumpriu: os campeões europeus vão à Rússia e até Madonna aplaudiu na bancada.

O selecionador nacional desenhou a equipa com dois médios-ala com preferência pelo jogo interior, apostando nas subidas dos laterais. O problema é que os cruzamentos - principalmente de Cédric Soares - iam saindo sem nexo. Até ao primeiro golo, mas já lá vamos.

Após um momento inicial de pressão portuguesa, os suíços estabilizaram e dividiram a posse de bola, numa primeira parte de pouco trabalho para os guarda-redes. Exceção: aos 32’, Bernardo Silva surge em posição de golo, contudo Sommer brilha na baliza.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub